Jornais brasileiros estão entre as maiores audiências de diários da América Latina nas redes sociais


Três jornais brasileiros estão no topo da lista dos grandes diários da América Latina com maior número de seguidores nas três redes sociais de maior número de usuários na região – Facebook, Instagram e Twitter –, segundo levantamento do Centro Knight. Por trás dos bons resultados, estão estratégias específicas para cada uma das mídias interativas.

O jornal Folha de S. Paulo tem mais seguidores no Twitter do que qualquer outro jornal na lista das dez maiores audiências, com 6,8 milhões de seguidores na plataforma, segundo o levantamento, que o Centro Knight ressalta ser informal. No Facebook e no Instagram, o jornal paulista ocupa, respectivamente, a terceira (5,6 milhões de seguidores) e a segunda (1,5 milhão de adeptos) posições.

O Estado de S.Paulo é o terceiro no ranking das dez principais audiências do Twitter (6,4 milhões de seguidores), décimo no do Facebook (3,7 milhões de fãs) e quarto no do Instagram (1,1 milhão de adeptos).

O jornal O Globo, do Rio de Janeiro, ocupa os segundo lugares nas listas dos dez jornais com mais seguidores da América Latina no Facebook (5,7 milhões de fãs) e no Instagram (1,5 milhão de fãs) – neste caso, ao lado da Folha de S.Paulo. Além disso, está em quarto lugar no Twitter, com 5,9 milhões de seguidores.

"Sempre ficamos de olho no que está movendo as redes sociais e procuramos participar das conversas como uma forma de atrair novos seguidores", disse Sergio Maggi, editor de redes sociais do jornal O Globo, ao Centro Knight. “Apostamos fortemente em vídeos, que além de trazer novos seguidores, agora monetizamos no Twitter e no Facebook. Também estamos usando os grupos do Facebook como forma de conquistar mais fãs.” (Publicado em Jornal ANJ Online - 04 Setembro 2019)

Leia mais em: https://www.anj.org.br/site/index.php?option=com_k2&view=item&id=22261:jornais-brasileiros-estao-entre-as-maiores-audiencias-de-diarios-da-america-latina-nas-redes-sociais


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Revista Escribanía com chamada aberta para artigos sobre comunicação

“Educar ya no significa transmitir y memorizar información”