Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2019

Chamada aberta para 2º Congresso Ibero-americano sobre Ecologia dos Meios - Mulher e Gênero no Ecossistema Midiático

Imagem
2º Congresso Ibero-americano sobre Ecologia dos Meios - Mulher e Gênero no Ecossistema Midiático recebe propostas de resumo expandido.
Qual o real papel das mulheres no ecossistema midiático contemporâneo? Essa é a pergunta que o congresso pretende responder, tendo como tema Mulher e Gênero no Ecossistema Midiático.  O evento acontecerá durante todo o mês de Abril de 2020 na modalidade virtual e contará com 15 videoconferencistas, que apresentarão suas contribuições através de vídeos compartilhados na plataforma do evento.  Também serão organizadas 12 mesas de trabalho sobre diversos temas relacionados aos estudos sobre ecologia dos meios. As participações serão realizadas através da retroalimentação pós-leituras dos artigos aprovados e das videoconferências.  Ao final do congresso, cada mesa de trabalho será transformada em ebook, contendo os artigos apresentados que desejam participar. O evento, organizado pelo GENEM – Grupo de Estudos sobre a Nova Ecologia dos Meios (Universidade Es…

7 bolsas mundiais de jornalismo para se candidatar em 2020

Confira as oportunidades que a Rede de Jornalistas Internacionais separou para você estudar no exterior. Há desde possibilidades de pesquisas a mestrados.

Bolsa de jornalismo Universidade de Nova York - Prazo final: 4 de janeiro 2020
Jornalistas internacionais interessados em estudar no Instituto de Jornalismo Arthur L. Carter da Universidade de Nova York (NYU) podem se inscrever para uma bolsa de dois semestres de mestrado. Mais informação em: https://ijnet.org/pt-br/opportunity/universidade-de-nova-york-oferece-bolsas-mestrado-em-jornalismo

Bolsa do Reynolds Journalism Institute (RJI) - Prazo final: 17 de janeiro de 2020
O Donald W. Reynolds Journalism Institute (RJI) oferece bolsas residenciais, não residenciais e institucionais com apoio financeiro. Se você tem uma ideia inovadora para melhorar a prática do jornalismo, esta oportunidade é para você. Mais informação em: https://ijnet.org/pt-br/opportunity/bolsa-de-estudos-nos-eua-foca-em-jornalismo-inovador

Bolsa de jornalismo de serviç…

Livro "Políticas da Língua, da Comunicação e da Cultura no Espaço Lusófono" disponível para download

Imagem
Disponível para download gratuito o livro "Políticas da Língua, da Comunicação e da Cultura no Espaço Lusófono" publicado pelo CECS - Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade da Universidade do Minho. A obra foi editada pelos professores Moises Lemos Martins e Isabel Macedo. 
Acesse em:  http://www.lasics.uminho.pt/ojs/index.php/cecs_ebooks/issue/view/259/showToc

Sumário
Da semi-periferia da língua portuguesa à comunicação da ciência em português. Nota introdutória - Moisés de Lemos Martins, Isabel Macedo

Cultura e democracia
A república das letras e o colégio invisível: figuras modernas das redes científicas na Era da internet - Paulo Serra
O triunfo das elites ou o êxito da retórica - Martins J. C. Mapera
Cultura e Democracia: pensando a relação a partir do jogo tensional entre Estado e Sociedade Civil - Urbano Sidoncha
Cultura, política e média: amálgamas na crise brasileira - Rita Aragão
Fake News e a emergência das agências de checagem: terceirização da credibilidade jornalí…

Como a 4ª Revolução Industrial influencia no ensino oferecido pelas escolas

Imagem
Educação midiática, cultura maker, robótica são algumas das novas disciplinas adotadas pelas escolas que querem desenvolver competências para o século XXI

Primeiro as máquinas, depois a eletricidade e, recentemente, no século XX,foi a tecnologia da informação que abriu espaço para mais uma Revolução Industrial. Até agora, as três foram complementares em seu desenvolvimento tecnológico. Mas a 4ª revolução, própria do século XXI, promete inovar nos sistemas e na mentalidade humana, impactando não só a indústria, mas também o mercado de trabalho, a economia, a educação e os processos cotidianos. Acompanhar essa série de avanços, na velocidade em que eles se apresentam, exige uma adaptação constante de habilidades para ensinar as futuras gerações a lidar com um mundo cada vez mais distante da configuração das primeiras revoluções. Por isso, é importante repensar a estrutura das disciplinas nas escolas e o papel da educação nesse cenário conectado. É o que diz Patrícia Blanco, presidente do I…

Cyberbullying: o que a escola pode fazer para evitá-lo?

Imagem
Mais de um terço dos estudantes brasileiros dizem já ter sido vítimas de assédio virtual
Imagine que você é uma estudante de ensino médio, no processo de descoberta da sexualidade, e que fotos íntimas suas, tiradas sem sua permissão, vazaram na internet.

Leia o artigo completo em: https://www1.folha.uol.com.br/educacao/2019/12/cyberbullying-o-que-a-escola-pode-fazer-para-evita-lo.shtml

Fato ou Fake, mês a mês: os 12 temas que mais impulsionaram boatos no ano

Imagem
O G1 fez uma retrospectiva mostrando os maiores boatos do ano.
Da tragédia de Brumadinho, passando pela crise na Venezuela e pelas queimadas na Amazônia até as mortes em baile funk de Paraisópolis; veja a lista de mensagens checadas mais bombantes de 2019.



Veja em: https://g1.globo.com/retrospectiva/2019/noticia/2019/12/18/fato-ou-fake-mes-a-mes-os-12-temas-que-mais-impulsionaram-boatos-no-ano.ghtml

Sai a edição de Dezembro da revista Tropos: Comunicação, Sociedade e Cultura

Imagem
A Revista Tropos: Comunicação, Sociedade e Cultura (ISSN 2358-212X) publicou no último dia 16 a edição de Dezembro de 2019 (volume 8, número 2) do periódico. São 13 artigos que abordam os mais diversos assuntos em diálogo com a área de comunicação, como tradução intersemiótica, bem-estar e uso de tecnologias na prática docente, cobertura jornalística de guerra, divulgação científica, corpo e consumo masculino e a relação entre mídia e religião. Professores e pesquisadores da Universidade Federal do Acre (UFAC), Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), Universidade de Brasília (UnB), Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Universidade Federal de Tocantins (UFT), entre outras instituições brasileiras, contribuem para a formação de mais esta edição da TROPOS.  Este periódico recebeu Qualis A4 na avaliação 2017/2018, posicionando-se entre as melhores revistas do país, o que é mais um grande incentivo para a continuação da produção e disseminação da pesquisa de qualida…

Sem educação emocional, não adianta saber resolver equações – Alerta um professor

Imagem
Os jovens com maior domínio de suas emoções têm melhor desempenho acadêmico, maior capacidade de cuidar de si e dos outros, predisposição para superar as adversidades e menor probabilidade de se engajar em comportamentos de risco. De acordo com Rafael Guerrero, que é um dos poucos professores da Universidade Complutense de Madrid a ensinar seus alunos de Magistério, que serão futuros professores, as técnicas da educação emocional.. Ele o faz voluntariamente porque o programa acadêmico dos mestrados em Educação Infantil e Primária de Bolonha não inclui nenhum assunto com esse nome. “Muitos dos problemas dos adultos se devem às dificuldades em regular as emoções e isso não é ensinado na escola”, explica Guerrero. Trata-se de ensinar futuros professores a entender e regular suas próprias emoções para que possam direcionar crianças e adolescentes nessa mesma tarefa. “Meus alunos me dizem que ninguém lhes ensinou como se regular emocionalmente e que desde jovens, quando tinham que enfrentar um …

193 países proclamaram a Semana Global de Alfabetização Midiática e Informacional

Imagem
Excelente notícia!!!
A Unesco, em Paris, acaba de informar que 193 países votaram na última Conferência Geral por oficializar a Global MIl Week como uma data para celebrar a educação para a mídia e a informação. Uma conquista de quase dez anos de trabalho no tema. Parabéns Alton Grizzle, Marco Xu, Feli Wang, Guy Berger e todos aqueles que trabalharam para essa conquista. (Via Alexandre Sayad)
Media and Information Literacy as a tool for development is now recognized by countries around the world. For nine years, UNESCO and many partners have been promoting awareness about media and information literacy (MIL) through Global MIL Week. On 25 November 2019, one hundred and ninety-three countries unanimously proclaimed Global MIL Week as official at the 40th Session of the UNESCO General Conference.
According to Mr. Moez Chakchouk, Assistant Director-General for Communication and Information, UNESCO, “ by marking the official proclamation of Global Media and Information Literacy Week, UNESCO…

Não custa lembrar, refletir, cobrar...

Imagem
Constituição Federal do Brasil
Art. 227. É dever da família, da sociedade e do Estado assegurar à criança, ao adolescente e ao jovem, com absoluta prioridade, o direito à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao lazer, à profissionalização, cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária, além de colocá-los a salvo de toda forma de negligência,discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão.

10 maneiras de proteger sua privacidade na web

Imagem

O que é efetivamente escutar uma criança?

Imagem
A pesquisadora Adriana Friedmann reflete sobre o que é escutar uma criança.  Confira a entrevista completa: https://lunetas.com.br/escuta-infantil/ "É estar junto, mas, ao mesmo tempo, manter distância; é pedir licença, mas não invadir; é brincar junto ou propor atividades de que a criança gosta para dialogar e, assim, conversar nas suas linguagens. É abrir-se para que elas nos mostrem, nos ensinem, nos contem, sem fazer tantas perguntas." (Via: Instituto Alana)

Educação midiática e igualdade de gênero

Imagem
Como as competências em mídia e informação (AMI) podem promover a igualdade de gênero e empoderar as mulheres? Confira o artigo de Alton Grizzle e saiba mais:
http://www.unesco.org/…/p…/gamag_research_agenda_grizzle.pdf Via: MilClicks Português / Unesco

Como fazer que para que as pessoas gostem de mim?

Imagem
"Na última semana o Google Trends divulgou o relatório que apresenta o resultado dos termos mais buscados no Brasil em 2019. Na categoria “como fazer” a terceira colocação tem chamado a atenção: como fazer que as pessoas gostem de mim? 








Vivemos em uma era em que muitas pessoas lidam com conflitos pessoais e problemas de ordem psicológica, algum deles decorrentes do uso intenso das tecnologias no dia a dia. Destacamos esse resultado buscando estimular a reflexão sobre a questão e propor que em 2020 possamos trabalhar por mais conexões entre pessoas. Assim, seremos capazes de promover espaços presenciais de apoio para compartilhar respostas que talvez a Internet não seja capaz de dar." (ViaAmplifica) O que está acontecendo com a #sociedade ? Onde foi parar a #empatia ? Por que precisamos tanto da aprovação dos outros? Até onde a mídia, os padrões de beleza e sucesso e a falta de #representatividade têm a ver com isso?

Saiba como criar um portfólio

Imagem
"Manter um Portfólio Digital é uma das maneiras pelas quais os alunos documentam o que estão tentando, o que está funcionando eo que não está servindo em seus projetos. Os aprendizes também incluem amostras de seus trabalhos em andamento e projetos concluídos.
Os professores podem criar um portfólio digital com os alunos que tenham: 1. Fotos dos trabalhos
2. Textos sobre o que estão aprendendo
3. Gravações de vídeos
4. Adições de áudios nas fotos
5. Apresentações de slides
6. Criações de e-books Você Professor pode utilizar as seguintes soluções para auxiliar nesse processo: - Seesaw:
É um serviço gratuito desenvolvido para criar portfólios digitais.Para começar, crie uma conta gratuita na sala de aula. Os alunos ingressam na sala de aula digitalizando um QR code que lhes concede acesso à sala de aula. Como professor, você pode ver e classificar todos os envios de seus alunos.Seesaw permite que os pais criem contas através das quais possam ver o trabalho de seus filhos. Como profes…

Como você se relaciona com a mídia que consome?

Imagem
A mídia (re)apresenta a realidade e nem sempre dá uma imagem completa de um fato. 

Você reflete sobre a mídia que consome? Sabe quem são seus principais acionistas ou donos? A quem interessa a publicação/veiculação de algumas notícias e o silêncio em relação a outros fatos? 

Os meios que você costuma ler/ver/ouvir possuem códigos de ética e os respeitam? Fazem erratas e correções públicas quando veiculam uma informação errada? Possuem ombudsman? Como o público pode interagir com esses meios? Isso é estimulado? 

Questionar a mídia que você consome e exigir accountability, prestação de contas e transparência é sua responsabilidade se você quer uma mídia melhor, mais ética e responsável.

Coleção de livros estimula discussão sobre criatividade e inovação no ambiente educacional

Imagem
‘Escolas Criativas’ é uma coleção de livros produzida pela Fundação Telefônica em cooperação com a UNESCO. 

As seis publicações temáticas são direcionadas aos profissionais da educação e levantam uma série de discussões sobre criatividade, inovação e transformações educacionais. 


O material foi originalmente lançado pela Fundação Telefônica Espanha e chega ao Brasil traduzido e com download gratuito. Para baixar a coleção acesse o link bit.ly/colecaoescolascriativas(Fonte: Amplifica)

Foi o primeiro jornal português. E ajudou D. João IV a consolidar o poder em 1640

Imagem
O texto é de 2016, mas vale a leitura e a reflexão sobre esta história que tanto tem a ver com o Brasil.
Por Manuela Goucha Soares - 01/12/2016 (Expresso)

O primeiro jornal português nasceu um ano depois de Portugal recuperar a independência, a 1 de Dezembro de 1640. A Gazeta da Restauração foi acarinhada por D. João IV e seus apoiantes que viram neste periódico “um excelente instrumento de propaganda” de legitimação do novo poder e uma forma de denegrir os feitos dos espanhóis. Há 375 anos, as relações entre o poder político e o jornalismo já davam que pensar

D- João IV gostava da simplicidade do Alentejo e teria pouca paciência para os enfeites e fausto que os rituais das cortes barrocas exigiam. A política tem as suas regras, e o trineto de D. Manuel I que nascera destinado a ser o oitavo Duque de Bragança acabaria persuadido a juntar-se ao grupo de revoltosos que, em 1640, quis acabar com o poder de Filipe IV de Espanha (III de Portugal) e a política centralizada do seu valido Conde-…