Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2022

Unesco promove debate sobre Alfabetização Midiática e Informacional e Competências Digitais

Imagem
No próximo dia 28 de junho (9h de Brasília /14h de Paris) a Unesco promove o debate "Media and Information Literacy and Digital Competencies: Networks, Tools, Empowerment for Learning Transformation" (Alfabetização Midiática e Informacional e Competências Digitais - Redes, Ferramentas e Empoderamente para Transformação). A ideia é mostra que a Alfabetização Midiática Informacional - AMI (Media and Information Literacy - MIL) pode a judar na qualidade da aprendizagem ao longo da vida (Lifelong Learning) a partir dos seguintes aspectos: - Melhorando a acessibilidade à informação; - Capacitando jovens e idosos com habilidades críticas; - Formando professores para ajudar os alunos a se tornarem consumidores mais sábios de mídia e tecnologia digital; - Criando parceria com partes interessadas de todo o mundo para transformar a educação. Veja a sessão conectando-se aqui: http://webcast.unesco.org/events/2022-06-TES-Pre-Summit/  (Sala XI)

Agência Tatu, de Alagoas, combaterá fake news com apoio da Meta e ICFJ

"A Agência Tatu de Jornalismo de Dados foi uma das selecionadas no Programa Acelerando a Transformação Digital – Educação Midiática e Combate à Desinformação, uma iniciativa do International Center for Journalists (ICFJ) e Meta, empresa dona do Facebook e Instagram. Dentro do programa, a Tatu desenvolverá o projeto “Nordeste sem Fake”. As 15 organizações selecionadas vão receber mentorias com duração de dois meses, que iniciarão a partir de julho. Para realizar a criação de um projeto ou produto digital, os veículos receberão um fundo de apoio de 15 mil dólares. O objetivo é realizar trabalhos que atuem na educação midiática e contribuam com o combate à desinformação. Novo projeto da Tatu O “Nordeste sem Fake” tem o objetivo de desenvolver um robô, que se chamará Dandara, responsável por identificar possíveis conteúdos de desinformação publicados nas redes e mídias sociais, como fake news sobre as eleições locais de 2022. A iniciativa será focada no Nordeste, já que outros grupos

Estudantes da rede pública de Santos gravam programa do STF de combate às fake news 

Imagem
"Como não ser enganado por conteúdos mentirosos e divulgações com informações equivocadas? A resposta para esta pergunta será respondida em uma série de cinco vídeos que está sendo produzida pelo Instituto Devir Educom, com alunos da rede pública de ensino (UME Avelino da Paz Vieira, UME Vinte e Oito de Fevereiro e EE Zulmira Campos), participantes do projeto Memórias em Rede, e professores do Parquinho Tecnológico de Santos. A ação faz parte do programa do Supremo Tribunal Federal (STF) de combate às fake news e à desinformação neste ano eleitoral, em parceria com a Rede Nacional de Combate à Desinformação (RNCD). As duas primeiras produções foram gravadas na manhã desta quinta-feira (23), no Parquinho Tecnológico de Santos (Vila Nova), com professores do local e alunos da UME Avelino da Paz Vieira (Vila Nova). As obras audiovisuais serão divulgadas, a partir do próximo mês, nos canais digitais do STF, da RNCD, do Devir e da Prefeitura." "A Rede Nacional de Combate à De

RNCD Brasil e Universidad Ramon Llull realizam I Colóquio Internacional sobre Desinformação

Imagem
A Rede Nacional de Combate à Desinformação – RNCD Brasil (https://rncd.org/) e a Universidad Ramon Llull promovem entre os dias 27 e 29 de junho o I Colóquio Internacional sobre Desinformação: Impactos Políticos, Culturais e Científicos em Brasil e Espanha. O evento também é uma realização do Núcleo de Pesquisa em Jornalismo e Comunicação – NUJOC/UFPI, do projeto Reconfigurações Jornalísticas da Universidade Federal Fluminense – UFF e Blanquerna-URL. A participação é gratuita, o link de inscrição já está disponível:  https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScK-P3YivQqu9uT4LiaWucMWTP9HNTkxboSGxcj0BvmSbYJCQ/viewform?usp=sf_link Com transmissão no canal RNCD Brasil no Youtube (https://www.youtube.com/c/RNCDBRASIL), o evento tem por intuito reunir profissionais da comunicação, da saúde, além de acadêmicos e pesquisadores para compartilhar reflexões e resultados de pesquisas relacionadas ao fenômeno da desinformação gerado em diversas situações de crise. O foco da conferência é o tratament

Literacia digital e midiática será tema de congresso na Universidade de Coimbra

Imagem
A Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra (FPCEUC) recebe no sábado, 25/06, das 9h Às 17h (hora portuguesa), especialistas de educação e comunicação de várias nacionalidades no congresso  “Literacia Digital e Mediática: da Investigação à Educação”, que faz parte do projeto COMEDIG -  Competências de Literacia Digital e Mediática em Portugal.  O objetivo do evento é compartilhar reflexões sobre os desafios da literacia digital e midiática na educação e investigação, e na formação de cidadãos para o uso crítico e conscinete dos meios de comunicação, redes e plataformas, tendo em conta essa literacia é considerada condição essencial para o exercício da cidadania. Os conferencistas do congresso são os professores Ignacio Aguaded Gómez (Universidade de Huelva), Gabriela Borges (Universidade do Algarve), Pierre Fastrez (Universidade Católica de Lovaina) e Teresa Pombo (Plano Nacional de Leitura 2027/Agrupamento de Escolas Carlos Gargaté). O projeto “COMED

Direito à expressão e participação de crianças e jovens na mídia é tema de seminário online

Imagem
“Crianças, jovens e media: o direito à expressão e à participação” é o título do seminário online será realizado pelo projeto de investigação bYou no dia 12 de julho, às 14h30 (hora portuguesa). As inscrições estão abertas até 10 de julho. O bYou é um projeto do CECS - Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade da Universidade do Minho e do MILObs, desenvolvido desde 29 de março de 2021. Seu objetivo é conhecer e discutir as práticas dos jovens com a mídia em geral, saber quem são o que fazem (be you, sê tu) ao mesmo tempo que dá espaço aos mais novos para ampliarem sua voz no mundo. Os oradores principais desse seminário são: Sara Pereira, investigadora principal do projeto; Manuel Sarmento, do Instituto de Educação da Universidade do Minho; e Amélia Pinto Carneiro, representante da Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção de Crianças e jovens., de Portugal Para inscrever-se no seminário acesso o link: https://bit.ly/3bnS4aj Para saber mais sobre o projeto, acesse: http

90 anos do Manifesto dos Pioneiros da Educação Nova

Imagem
Em 18 de junho de 1932, Anísio Teixeira, Cecília Meireles e Fernado Azevedo assinavam o documento que exigia a universalização de uma escola pública, laica e gratuita. Acesse o manifesto em: https://download.inep.gov.br/download/70Anos/Manifesto_dos_Pioneiros_Educacao_Nova.pdf Ou em: https://www.histedbr.fe.unicamp.br/pf-histedbr/manifesto_1932.pdf Para conhecer mais sobre um dos principais personagens do manifesto, o educador Anísio Teixeira, veja o documentário: https://www.youtube.com/watch?v=ls-FoXhfM_Y&ab_channel=DavidFranco

Lupa lança "Achado", repositório acadêmico sobre desinformação

Imagem
A Lupa lançou esta semana o Achado, um repositório acadêmico que reúne artigos, teses, dissertações e conteúdos multimídia sobre desinformação. O objetivo é facilitar o acesso de pesquisadores, professores, estudantes e público em geral ao conhecimento produzido nos últimos anos sobre desinformação e seu combate, no Brasil e no mundo. O projeto é mais uma novidade da seção de Educação do novo lupa.news.  Segundo a coordenadora de Produto da Lupa, Marcela Duarte, a ferramenta reafirma a preocupação da agência em dar mais visibilidade ao conhecimento científico e às instituições que as produzem. “Fica cada vez mais nítido para nós que o combate à desinformação tem relação direta com o fortalecimento da ciência e das ações no campo da Educação. O Achado reflete nossa busca de não apenas dar destaque, mas de aproximar o público desses estudos produzidos nas mais diversas áreas”, afirma. Veja o texto completo da matéria em:  https://lupa.uol.com.br/educacao/2022/06/14/lupa-lanca-o-achado-re

Portal Lunetas recomenda obras infantis para discutir desinformação

Imagem
O Portal Lunetas (super recomendamos) selecionou três obras literárias para diferentes perfis de leitores a partir das quais se pode discutir o tema da  desinformação e das fake news.  Reproduzimos aqui as recomendações, mas para ler a matéria completa, vai lá no Lunetas :)  https://lunetas.com.br/fake-news-2/ “Lola em: Urgente! Cão vacinado acorda com dois rabos”, Caroline Arcari e Eneida Frezatti (Editora Caqui) Lola é uma cachorrinha que não tem muita paciência nem com os cães, nem com os humanos. Ela não aguenta mais as notícias falsas espalhadas por aí, como a de um cão que tomou vacina e acordou com dois rabos. Com uma boa dose de humor e ironia, Caroline Arcari traz para o cotidiano dos cachorros que frequentam as areias de Copacabana, no Rio de Janeiro, a realidade de muitas conversas atuais sobre fake news acerca das vacinas. Com prefácio do pediatra Daniel Becker e posfácio de Monica Calazans, enfermeira do SUS e primeira pessoa a ser vacinada contra a covid-19 no Brasil, o l

Cidadão Digital 2022 abre inscrições e oferece bolsas e prêmios para jovens

Imagem
  Se você é um(a) jovem brasileiro(a) que tem ou conhece alguém que tem entre 18 a 29 anos, pode se inscrever no curso de formação online em cidadania digital da Safernet Brasil e da Meta.  As  inscrições começaram na quarta, 15 de junho.  Esta é a terceira edição do programa que, este ano, terá algumas novidades. Entre elas, cinco possibilidades de engajamento para os jovens participantes, oferecendo até fevereiro de 2023 prêmios e bolsas de até R$1500.  Para quem não conhece, o Cidadão Digital é um programa que teve início em 2020 e que forma jovens em temas de privacidade, segurança digital, bem-estar na internet e educação midiática. Após a formação ele acompanha os jovens para que realizem atividades educativas gratuitas sobre os temas com adolescentes e educadores, principalmente da rede pública de ensino.  Cerca de 126 mil jovens e adolescentes e 66 mil educadores já foram impacrados pelo Cidadão Digital, que em 2021 foi reconhecido pela União Internacional de Telecomunicações -

Rádio Esperança é lançada em escola no RS

A Escola Estadual de Esnino Fundamental Nossa Senhora da Esperança, de Santa Cruz do Sul, no Rio Grande do Sul, lançou a Rádio Esperança no último dia 11 de junho. Ela faz  parte do projeto de Educomunicação de um grupo de professores e fez a transmissão de todas as atividades que aconteceram durante sua inauguração.  Junto com o lançamento da rádio houve ainda o da Campanha Escola Solidária 2022, com doação de roupas e a comunidade escolar acompanhou torneio de futsal, música ao vivo e demonstração de futebol americano com a equipe Chacais de Santa Cruz do Sul. Há mais de seis anos que a escola havia conseguido os equipamentos com o então governo federal, mas só agora a rádio foi montada e inaugurada, com transmissão ao vivo pelo Facebook. Segundo o professor Márcio Lenz, supervisor da escola, todas as atividades são feitas com a participação dos alunos. Fonte: Com informações do Jornal Gazeta do Sul - https://www.gaz.com.br/escola-nossa-senhora-da-esperanca-inaugura-radio-escolar/

Projetos de educação midiática e combate à desinformação podem concorrer a programa de mentoria e apoio financeiro

"Até a próxima sexta-feira (10), as emissoras de rádio e TV poderão se inscrever para mais uma categoria do "Programa Acelerando a Transformação Digital", desta vez com foco em educação midiática e combate à desinformação. Organizações, empresas e veículos de comunicação que participaram das fases de treinamento realizadas nos últimos meses em parceria com associações de mídia do Brasil (ABERT, AJOR, ANER e ANJ) podem aplicar seus projetos para concorrer a 12 horas de mentoria e apoio financeiro de até US$ 15,000. A iniciativa do International Center for Journalists (ICFJ), em parceria com o Meta Journalism Project, empresa responsável pelo Facebook e Instagram, tem como objetivo apoiar as organizações jornalísticas no desenvolvimento de projetos ou produtos digitais focados na luta contra a desinformação, tais como combate às fake news, verificação de fatos e alfabetização sobre mídia digital, em especial os que envolvam a manutenção ou o desenvolvimento de audiências j

A LAI é 10: e-book gratuito reúne textos de especialistas sobre a Lei de Acesso à Informação

Imagem
O  Fórum de Direito de Acesso a Informações Públicas  lançou no último dia 6 de juinho  o e-book  “A LAI é 10: o Brasil após uma década da Lei de Acesso à Informação” , que reúne dez ensaios produzidos por organizações integrantes do Fórum. Os textos, que são curtos e com linguagem acessível para democratizar o tema, tratam do impacto da Lei de Acesso à Informação em áreas como saúde, educação, meio ambiente, jornalismo e tecnologia e o lançamento faz parte de uma série de iniciativas que buscam celebrar o aniversário de dez anos de vigência da LAI. Participaram do e-book as seguintes organizações: Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), ARTIGO 19, Brasil.IO, Fiquem Sabendo, Associação de Jornalistas de Educação (Jeduca), Livre.Jor, Observatório da Ética Jornalística (objETHOS), Open Knowledge Brasil, Rede Nacional de Observatórios de Imprensa (Renoi), SOS Imprensa e Transparência Brasil. A LAI foi implementada em  16 de maio de 2012 e estabelece a transparência das