Postagens

Mostrando postagens de 2019

Como você se relaciona com a mídia que consome?

Imagem
A mídia (re)apresenta a realidade e nem sempre dá uma imagem completa de um fato. 

Você reflete sobre a mídia que consome? Sabe quem são seus principais acionistas ou donos? A quem interessa a publicação/veiculação de algumas notícias e o silêncio em relação a outros fatos? 

Os meios que você costuma ler/ver/ouvir possuem códigos de ética e os respeitam? Fazem erratas e correções públicas quando veiculam uma informação errada? Possuem ombudsman? Como o público pode interagir com esses meios? Isso é estimulado? 

Questionar a mídia que você consome e exigir accountability, prestação de contas e transparência é sua responsabilidade se você quer uma mídia melhor, mais ética e responsável.

Coleção de livros estimula discussão sobre criatividade e inovação no ambiente educacional

Imagem
‘Escolas Criativas’ é uma coleção de livros produzida pela Fundação Telefônica em cooperação com a UNESCO. 

As seis publicações temáticas são direcionadas aos profissionais da educação e levantam uma série de discussões sobre criatividade, inovação e transformações educacionais. 


O material foi originalmente lançado pela Fundação Telefônica Espanha e chega ao Brasil traduzido e com download gratuito. Para baixar a coleção acesse o link bit.ly/colecaoescolascriativas(Fonte: Amplifica)

Foi o primeiro jornal português. E ajudou D. João IV a consolidar o poder em 1640

Imagem
O texto é de 2016, mas vale a leitura e a reflexão sobre esta história que tanto tem a ver com o Brasil.
Por Manuela Goucha Soares - 01/12/2016 (Expresso)

O primeiro jornal português nasceu um ano depois de Portugal recuperar a independência, a 1 de Dezembro de 1640. A Gazeta da Restauração foi acarinhada por D. João IV e seus apoiantes que viram neste periódico “um excelente instrumento de propaganda” de legitimação do novo poder e uma forma de denegrir os feitos dos espanhóis. Há 375 anos, as relações entre o poder político e o jornalismo já davam que pensar

D- João IV gostava da simplicidade do Alentejo e teria pouca paciência para os enfeites e fausto que os rituais das cortes barrocas exigiam. A política tem as suas regras, e o trineto de D. Manuel I que nascera destinado a ser o oitavo Duque de Bragança acabaria persuadido a juntar-se ao grupo de revoltosos que, em 1640, quis acabar com o poder de Filipe IV de Espanha (III de Portugal) e a política centralizada do seu valido Conde-…

Livro sobre literacias disponível online

Imagem
Super dica!!! Acabadinho de sair, em Novembro de 2019, o e-book "Literacias cívicas e críticas: refletir e praticar" (186 páginas), editado por Maria José Brites, Ines Amaral e Marisa Torres da Silva, com a chancela do Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade da Universidade do Minho. Está disponível para download gratuito a partir do linkhttp://bit.ly/34HXqov

Segue o sumário com os artigos:

Prefácio: Conceitos e práticas  - Manuel Pinto

Literacias cívicas e críticas - Maria José Brites, Inês Amaral & Marisa Torres da Silva


Parte I 
Literacias críticas, Autoaprendizagens sobre jornalismo, até quando? - Maria José Brites

Literacia dos média e discurso de ódio - Marisa Torres da Silva

Transmedia storytelling e literacia: histórias multimédia participativas - Inês Amaral

Conceitos

Educação para os média como uma disciplina transversal - Christine W. Trültzsch-Wijnen

Literacia para as notícias - Paul Mihailidis

Literacia crítica dos média - Jeff Share

Notícias falsas e desordens inf…

Este ano volta a haver Concurso Nacional de Jornais Escolares em Portugal

Imagem
Por Bábara Simões - Público (05/11/2019)


Todos os que nas escolas básicas e secundárias se empenham na aventura que é fazer um jornal escolar têm agora um incentivo acrescido: com o PÚBLICO na Escola regressa também o concurso nacional que durante mais de 20 anos premiou e divulgou o que de melhor ia sendo publicado nos estabelecimentos de ensino portugueses.

O Concurso Nacional de Jornais Escolares, cujo regulamento será dado a conhecer em breve, está aberto à participação de jornais — em papel ou digitais — de escolas e agrupamentos de todos os níveis e ciclos da escolaridade obrigatória, do ensino público e do privado. No caso dos jornais impressos, terão de ter pelo menos três edições durante o ano letivo de 2019-20.

Desta vez, a edição do concurso não é subordinada a um tema. A ligação à atualidade — da escola e da comunidade, do país e do mundo — continua a impor-se como um dos principais critérios de valorização, mas os assuntos abordados são escolhidos pelos professores e pelos a…

No Dia de doar escolas desafiam internautas a postar vídeo com a leitura de um poema infantil para crianças cegas

Imagem
Dia 03 de Dezembro é considerado o Dia de Doar. Para celebrar a data, as instituições participantes do Programa Escolas do Bem criaram a campanha “O que os olhos não LEEM, o coração SENTE”, com um convite para que os internautas compartilhem um pouco do seu tempo para cumprirem o seguinte desafio: gravar pelo menos um vídeo fazendo a leitura de um poema infantil e postar em seu perfil nas redes sociais, exatamente no dia 03 de Dezembro. 

A mobilização deverá resultar em um acervo a ser disponibilizado gratuitamente para pessoas com deficiência visual, especialmente as crianças. Essa ação vem ao encontro da necessidade de proporcionar mais ferramentas para que essa parcela da população desfrute plenamente da sua infância. Porém, o público em geral pode experimentar a sensação de ouvir os poemas com os olhos fechados.

Vale lembrar que segundo estatísticas da Fundação Dorina Nowill - instituição que é referência em inclusão de pessoas com deficiência visual - esse grupo representa aproxima…

Idosos compartilham sete vezes mais notícias falsas do que jovens no Facebook, diz pesquisa

Imagem
Um levantamento- que analisou comportamento de internautas americanos no Facebook durante as eleições presidenciais dos Estados Unidos em 2016 - apontou que as pessoas acima de 65 anos compartilham, em média, sete vezes mais notícias falsas que usuários mais jovens, com idades entre 18 e 29 anos. O novo estudo, que analisou o perfil de 3,5 mil internautas durante as eleições de 2016, foi publicado na revista Science Advances por pesquisadores das universidades de Princeton e de Nova York. (Notícia de Janeiro de 2019)


Segundo os autores, a relação entre o compartilhamento de boatos e a idade se manteve mesmo quando considerados outros fatores, como educação, filiação a partidos, posicionamento ideológico ou frequência de postagens. Outras variáveis demográficas, como gênero, raça ou renda, não apresentaram influência na disposição em espalhar notícias falsas.


Os pesquisadores aventam duas hipóteses para explicar o impacto da idade no compartilhamento de desinformação. A primeira é que id…

Comissão de Educação da Câmara promove seminário sobre fake news dia 28/11

Imagem
A Comissão de Educação da Câmara dos Deputados promove seminário nesta quinta-feira (28) para discutir o combate à disseminação de fake news. O pedido para realização do evento é do deputado Marcelo Calero (Cidadania-RJ).
Calero preocupa-se com a forma danosa com a qual as ferramentas colocadas a serviço da comunicação e da liberdade de manifestação vêm sendo utilizadas. "Assim, vislumbra-se na educação midiática a consequente formação de uma geração mais crítica e consciente em relação à informação", defendeu o deputado. Foram convidados para o seminário, entre outros: a presidente do Instituto Palavra Aberta e integrante do Conselho de Comunicação Social do Congresso Nacional, Patricia Blanco;o diretor jurídico da Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert), Rodolfo Salema;a coordenadora de campanhas do movimento cívico global (Avaaz), Laura Moraes;o diretor da Internet Lab e especialista no monitoramento de políticas públicas ligadas à tecnologia e pesqui…

Comissão debate importância da educação no combate a fake news

Imagem
A Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) faz audiência pública na quarta-feira (27), às 9h30, para debater a importância da educação no combate à disseminação de fake news. O requerimento para a audiência é do senador Eduardo Gomes (MDB-TO).




Segundo o parlamentar, é necessário debater os impactos negativos que o fenômeno das fake news traz para as relações sociais. Entre eles, Eduardo cita “a redução da confiança no tecido social, criação de riscos à honra e à segurança das pessoas e até mesmo riscos institucionais, como desvirtuamento do processo político e do jogo democrático”.

O objetivo, explica o senador, é debater como a educação midiática pode ser utilizada para instruir as pessoas a respeito das notícias falsas, ou seja, para que elas possam ler as informações de forma crítica e possam discernir entre fato, opinião, boato e outras mensagens que circulam nas redes sociais. Dessa forma, seria possível combater as fake news sem infringir o direito dos cidadãos à liberdade de …

Universidade do Algarve recebe seminário sobre a literacia fílmica e audiovisual

Imagem
No próximo dia 5 de Dezembro, a Escola Superior de Educação e Comunicação - Universidade do Algarve recebe a investigadora Raquel Pacheco (CIAC) para um seminário sobre a literacia fílmica e audiovisual, onde será apresentado o Projeto Primeiro Plano - o espectador em construção, uma rede de iniciativas em cinema e educação em Portugal, que tem estado a ser desenvolvido no CIAC. O Seminário, aberto a toda a comunidade, é especialmente dirigido aos alunos de Ciências da Comunicação, no âmbito da Unidade curricular de Literacia dos Media. O evento terá lugar no dia 5 de Dezembro, às 14h30, no Anfiteatro 0.4 | Campus da Penha – Universidade do Algarve.

A importância da educação midiática para o fortalecimento do jornalismo profissional

A tecnologia mudou radicalmente a forma como se consome informação. Do analógico para o digital, passamos a acessar notícias de qualquer lugar, a qualquer momento, muitas vezes a partir de dispositivos móveis que passaram a ser uma extensão das nossas mãos. A desintermediação, que eliminou o papel do curador, e a pulverização de autoria, atreladas ao baixo letramento informacional da população, têm gerado um ambiente informacional bastante poluído. Neste ambiente, cresce o vírus da desinformação que precisa ser combatido com informação de qualidade. Mas como fazer com que o cidadão possa diferenciar o conteúdo de qualidade dos demais conteúdos que circulam nas redes? Este é um dos papéis da Educação Midiática: formar leitores críticos, aptos a identificarem os diversos gêneros textuais e, principalmente, valorizar a informação produzida com critérios e métodos do jornalismo profissional.

Data e horário:
Dia 27 de novembro de 2019, das 15h às 16h - Horário de Brasília.
(A sala da apresent…

Especialistas tiram dúvidas sobre Novo Ensino Médio em bate-papo on-line

Especialistas em Educação do Sistema Positivo de Ensino disponibilizaram, no Facebook e Youtube, um bate-papo explicando e sanando as principais dúvidas sobre o Novo Ensino Médio, que começa a ser implementado nas escolas de todo o país. Quais as principais mudanças? Basta apenas seguir a BNCC? Como fica o Enem? Que Itinerários Formativos seguir? Essas e outras dúvidas foram respondidas pela coordenadora editorial do Sistema Positivo de Ensino, Milena Lima, que participou da conversa juntamente com Valter Andrade, Editor de Língua Portuguesa do Sistema Positivo de Ensino, com mais de 30 anos de experiência em sala de aula. 
A conversa na íntegra pode ser assistida no Facebook (https://www.facebook.com/sistemapositivodeensinooficial/videos/541599386572305/) ou no Youtube (https://www.youtube.com/watch?v=zSpmxIu32ZU) do Sistema Positivo de Ensino, gratuitamente, em qualquer dispositivo.

Chamada de comunicações para o IV Congresso Internacional de Cultura Lusófona Contemporânea

Imagem
Em 2020, o IV Congresso Internacional de Cultura Lusófona Contemporânea (CICLC 2020) une-se às celebrações do 25º aniversário da licenciatura em Jornalismo, da Escola Superior de Educação e Ciências Sociais / Instituto Politécnico de Portalegre (ESECS/IPP), ao escolher como tema a crónica.

IV CONGRESSO INTERNACIONAL DE CULTURA LUSÓFONA CONTEMPORÂNEA – CICLC 2020 Crónica: Entre o Útil e o Fútil
ESECS/Instituto Politécnico de Portalegre, 4 e 5 de junho / 2020
Etimologicamente derivada de chronos – tempo -, a crónica confundiu-se com a historiografia até ao século XIX, quando a expansão da imprensa e do jornalismo a reinventam e a fazem renascer com a feição que hoje lhe conhecemos. Ao afirmar que a “crónica é como que a conversa íntima, indolente, desleixada, do jornal com os que o leem”, Eça de Queirós cunha, no Distrito d’ Évora (1867), uma das primeiras definições da crónica moderna. Antes, Machado de Assis (1859) atribuíra ao folhetinista, o antecessor imediato do cronista moderno, a ca…