Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2019

Idosos compartilham sete vezes mais notícias falsas do que jovens no Facebook, diz pesquisa

Imagem
Um levantamento- que analisou comportamento de internautas americanos no Facebook durante as eleições presidenciais dos Estados Unidos em 2016 - apontou que as pessoas acima de 65 anos compartilham, em média, sete vezes mais notícias falsas que usuários mais jovens, com idades entre 18 e 29 anos. O novo estudo, que analisou o perfil de 3,5 mil internautas durante as eleições de 2016, foi publicado na revista Science Advances por pesquisadores das universidades de Princeton e de Nova York. (Notícia de Janeiro de 2019)


Segundo os autores, a relação entre o compartilhamento de boatos e a idade se manteve mesmo quando considerados outros fatores, como educação, filiação a partidos, posicionamento ideológico ou frequência de postagens. Outras variáveis demográficas, como gênero, raça ou renda, não apresentaram influência na disposição em espalhar notícias falsas.


Os pesquisadores aventam duas hipóteses para explicar o impacto da idade no compartilhamento de desinformação. A primeira é que id…

Comissão de Educação da Câmara promove seminário sobre fake news dia 28/11

Imagem
A Comissão de Educação da Câmara dos Deputados promove seminário nesta quinta-feira (28) para discutir o combate à disseminação de fake news. O pedido para realização do evento é do deputado Marcelo Calero (Cidadania-RJ).
Calero preocupa-se com a forma danosa com a qual as ferramentas colocadas a serviço da comunicação e da liberdade de manifestação vêm sendo utilizadas. "Assim, vislumbra-se na educação midiática a consequente formação de uma geração mais crítica e consciente em relação à informação", defendeu o deputado. Foram convidados para o seminário, entre outros: a presidente do Instituto Palavra Aberta e integrante do Conselho de Comunicação Social do Congresso Nacional, Patricia Blanco;o diretor jurídico da Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert), Rodolfo Salema;a coordenadora de campanhas do movimento cívico global (Avaaz), Laura Moraes;o diretor da Internet Lab e especialista no monitoramento de políticas públicas ligadas à tecnologia e pesqui…

Comissão debate importância da educação no combate a fake news

Imagem
A Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) faz audiência pública na quarta-feira (27), às 9h30, para debater a importância da educação no combate à disseminação de fake news. O requerimento para a audiência é do senador Eduardo Gomes (MDB-TO).




Segundo o parlamentar, é necessário debater os impactos negativos que o fenômeno das fake news traz para as relações sociais. Entre eles, Eduardo cita “a redução da confiança no tecido social, criação de riscos à honra e à segurança das pessoas e até mesmo riscos institucionais, como desvirtuamento do processo político e do jogo democrático”.

O objetivo, explica o senador, é debater como a educação midiática pode ser utilizada para instruir as pessoas a respeito das notícias falsas, ou seja, para que elas possam ler as informações de forma crítica e possam discernir entre fato, opinião, boato e outras mensagens que circulam nas redes sociais. Dessa forma, seria possível combater as fake news sem infringir o direito dos cidadãos à liberdade de …

Universidade do Algarve recebe seminário sobre a literacia fílmica e audiovisual

Imagem
No próximo dia 5 de Dezembro, a Escola Superior de Educação e Comunicação - Universidade do Algarve recebe a investigadora Raquel Pacheco (CIAC) para um seminário sobre a literacia fílmica e audiovisual, onde será apresentado o Projeto Primeiro Plano - o espectador em construção, uma rede de iniciativas em cinema e educação em Portugal, que tem estado a ser desenvolvido no CIAC. O Seminário, aberto a toda a comunidade, é especialmente dirigido aos alunos de Ciências da Comunicação, no âmbito da Unidade curricular de Literacia dos Media. O evento terá lugar no dia 5 de Dezembro, às 14h30, no Anfiteatro 0.4 | Campus da Penha – Universidade do Algarve.

A importância da educação midiática para o fortalecimento do jornalismo profissional

A tecnologia mudou radicalmente a forma como se consome informação. Do analógico para o digital, passamos a acessar notícias de qualquer lugar, a qualquer momento, muitas vezes a partir de dispositivos móveis que passaram a ser uma extensão das nossas mãos. A desintermediação, que eliminou o papel do curador, e a pulverização de autoria, atreladas ao baixo letramento informacional da população, têm gerado um ambiente informacional bastante poluído. Neste ambiente, cresce o vírus da desinformação que precisa ser combatido com informação de qualidade. Mas como fazer com que o cidadão possa diferenciar o conteúdo de qualidade dos demais conteúdos que circulam nas redes? Este é um dos papéis da Educação Midiática: formar leitores críticos, aptos a identificarem os diversos gêneros textuais e, principalmente, valorizar a informação produzida com critérios e métodos do jornalismo profissional.

Data e horário:
Dia 27 de novembro de 2019, das 15h às 16h - Horário de Brasília.
(A sala da apresent…

Especialistas tiram dúvidas sobre Novo Ensino Médio em bate-papo on-line

Especialistas em Educação do Sistema Positivo de Ensino disponibilizaram, no Facebook e Youtube, um bate-papo explicando e sanando as principais dúvidas sobre o Novo Ensino Médio, que começa a ser implementado nas escolas de todo o país. Quais as principais mudanças? Basta apenas seguir a BNCC? Como fica o Enem? Que Itinerários Formativos seguir? Essas e outras dúvidas foram respondidas pela coordenadora editorial do Sistema Positivo de Ensino, Milena Lima, que participou da conversa juntamente com Valter Andrade, Editor de Língua Portuguesa do Sistema Positivo de Ensino, com mais de 30 anos de experiência em sala de aula. 
A conversa na íntegra pode ser assistida no Facebook (https://www.facebook.com/sistemapositivodeensinooficial/videos/541599386572305/) ou no Youtube (https://www.youtube.com/watch?v=zSpmxIu32ZU) do Sistema Positivo de Ensino, gratuitamente, em qualquer dispositivo.

Chamada de comunicações para o IV Congresso Internacional de Cultura Lusófona Contemporânea

Imagem
Em 2020, o IV Congresso Internacional de Cultura Lusófona Contemporânea (CICLC 2020) une-se às celebrações do 25º aniversário da licenciatura em Jornalismo, da Escola Superior de Educação e Ciências Sociais / Instituto Politécnico de Portalegre (ESECS/IPP), ao escolher como tema a crónica.

IV CONGRESSO INTERNACIONAL DE CULTURA LUSÓFONA CONTEMPORÂNEA – CICLC 2020 Crónica: Entre o Útil e o Fútil
ESECS/Instituto Politécnico de Portalegre, 4 e 5 de junho / 2020
Etimologicamente derivada de chronos – tempo -, a crónica confundiu-se com a historiografia até ao século XIX, quando a expansão da imprensa e do jornalismo a reinventam e a fazem renascer com a feição que hoje lhe conhecemos. Ao afirmar que a “crónica é como que a conversa íntima, indolente, desleixada, do jornal com os que o leem”, Eça de Queirós cunha, no Distrito d’ Évora (1867), uma das primeiras definições da crónica moderna. Antes, Machado de Assis (1859) atribuíra ao folhetinista, o antecessor imediato do cronista moderno, a ca…

O direito à Internet

Imagem
O Vice (Texto abaixo) refere um estudo feito por Merten Reglitz, professor de ética global da Universidade de Birmingham, que sugere que o acesso à Internet deve ser considerado um direito humano. 



O estudo diz que o acesso à Internet permite uma infinidade de interesses e direitos humanos cruciais: "O acesso à Internet é uma maneira muito eficaz de fazer lobby e de responsabilizar agentes globais, como organizações inter-governamentais e empresas multinacionais".

Fonte: ISOC/PT


The Case for Internet Access as a Human RightA new study says internet access shouldn’t be an exploitable luxury good, but a basic, protected human right provided for free to those who can’t afford it.

By Karl Bode (Nov, 13/ 2019)
While many countries and corporations treat broadband as just another exploitable resource, experts have been making the case for years that internet access is better viewed as a fundamental utility—essential for free expression and a healthy democracy.
A new study out of the U…

Baixe gratuitamente livros sobre inovação e tecnologia

Imagem
Sugerimos algumas publicações do Opaje - Observatório de Pesquisas Aplicadas ao Jornalismo e ao Ensino (UFT) sobre Inovação e Tecnologia. A coordenação é do professor Gilson Pôrto Jr. e parceiros.  Disponíveis em: 
Educação, Políticas Públicas e Atores Sociais no Processo de Inovação - https://lnkd.in/gs-GCT3
Gilson Pôrto Jr.; Marco Antônio Baleeiro Alves (Orgs.)
Esta obra tem a peculiaridade de ser ao mesmo tempo a síntese de um trabalho construído a diversas mãos e o registro de que é possível pensar e propor a inovação em todas as etapas da vida acadêmica. A Universidade faz-se, é uma construção social e coletiva permanente. Porém, se não contar com a audácia de alguns atores contenta-se com o imenso tempo gasto em reproduzir as respostas prontas e fazem-se poucas perguntas que possa de alguma maneira alterar os processos ou produtos de nosso fazer social. A sociedade espera da Universidade pelo menos sinais que algo pode mudar. Em tese deve ser o lócus da transformação, da inovação e d…

Correio e Senado realizam Colóquio de Violência de Gênero e Mídia

Imagem
O Correio, em parceria com o Senado, realiza em 28 de novembro o I Colóquio de Violência de Gênero e Mídia. No evento, especialistas e profissionais da imprensa discutem questões de gênero, feminicídio e as diferentes formas de violência contra as mulheres, que são retratadas em diferentes plataformas — imprensa, internet, fotografia e publicidade — e como as abordagens podem influenciar a violência cotidiana. A ideia da ação é discutir como formar novos comunicadores que combatam os estereótipos e as mensagens subliminares. O debate ocorre no auditório do Correio, a partir das 9h. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas aqui. As vagas são limitadas.  A parceria ocorre por meio do Comitê Permanente de Promoção da Equidade de Gênero e Raça do Senado. O colóquio será uma das ações promovidas na programação do Senado nos 16 dias de ativismo pelo fim da violência contra as mulheres — ciclo de atos mundiais que ocorrem anualmente no mês de novembro. 
Confira a programação:Painel I: Inf…

Escolas da rede estadual de SP terão disciplina sobre Fake News

Imagem
Pesquisas mostram que estudantes mal conseguem diferenciar um conteúdo patrocinado de uma reportagem


Por Bianca Gomes (21/11/2019) 

As escolas estaduais de São Paulo vão ensinar os alunos a identificar fake news. A nova disciplina, que será eletiva, começa no ano que vem do 6º ao 9º ano do ensino fundamental e no ensino médio. Pesquisas mostram que estudantes mal conseguem diferenciar um conteúdo patrocinado de uma reportagem.

"Notícia falsa não foi criada pela tecnologia. Sempre existiu, mas não tinha tanto poder de multiplicação. Hoje, a relação mudou com as redes sociais e foi para dentro da escola", afirmou o secretário de Estado da Educação, Rossieli Soares. "Por isso, precisamos de um momento para trabalhar o assunto em sala de aula, ajudar nosso aluno a interpretar e localizar informações seguras."

Segundo o secretário, a proposta é desenvolver no aluno o pensamento crítico, competência prevista na Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

"Não podemos instrume…

Educação midiática é tema de webinário da ANJ - ANER

Imagem
A tecnologia mudou radicalmente a forma como se consome informação. São várias as razões que geram um ambiente informacional poluído. Neste ambiente, cresce o vírus da desinformação, que precisa ser combatido com informação de qualidade. Mas como fazer com que o cidadão possa diferenciar o conteúdo de qualidade dos demais conteúdos que circulam nas redes? Este é um dos papéis da Educação Midiática: formar leitores críticos, aptos a identificarem os diversos gêneros textuais e, principalmente, valorizar a informação produzida com critérios e métodos do jornalismo profissional. A ANER e a Associação Nacional de Jornais (ANJ) promoverão no próximo dia 27 de Novembro, de 15h às 16h (hora de Brasília) uma palestra on-line com duas especialistas no tema. Desta vez, a atividade também será aberta a não-associados. Para se inscrever, acesse:

Congressos em Coimbra aceitam propostas de comunicação

Imagem
A Comissão Organizadora do XIV Congresso Luso-Afro-Brasileiro (CONLAB) e 3º Congresso da Associação Internacional de Ciências Sociais e Humanas de Língua Portuguesa, a realizar em Coimbra, de 2 a 4 de Setembro de 2020, convida à apresentação de propostas de comunicação nos Grupos de Trabalhos.
O congresso terá tem como lema "Utopias pós-crise. Artes e saberes em movimento".
Neste congresso, o desafio fundamental remete para a possibilidade, e a necessidade, de identificar, através das artes e saberes em movimento, instrumentos que permitam o confronto e a ultrapassagem dos desafios associados às recorrentes situações de conflito, discriminação e desigualdade que marcam as sociedades contemporâneas em todo o globo. As repetidas crises sociais e ambientais têm desafiado os/as cientistas sociais e das humanidades a imaginar novos caminhos e mundos possíveis. A pensar criticamente e a desenvolver contribuições robustas e inovadoras que construam horizontes de esperança, e de mudan…