Escolas da rede estadual de SP terão disciplina sobre Fake News

Pesquisas mostram que estudantes mal conseguem diferenciar um conteúdo patrocinado de uma reportagem


Por Bianca Gomes (21/11/2019) 

As escolas estaduais de São Paulo vão ensinar os alunos a identificar fake news. A nova disciplina, que será eletiva, começa no ano que vem do 6º ao 9º ano do ensino fundamental e no ensino médio. Pesquisas mostram que estudantes mal conseguem diferenciar um conteúdo patrocinado de uma reportagem.

"Notícia falsa não foi criada pela tecnologia. Sempre existiu, mas não tinha tanto poder de multiplicação. Hoje, a relação mudou com as redes sociais e foi para dentro da escola", afirmou o secretário de Estado da Educação, Rossieli Soares. "Por isso, precisamos de um momento para trabalhar o assunto em sala de aula, ajudar nosso aluno a interpretar e localizar informações seguras."

Segundo o secretário, a proposta é desenvolver no aluno o pensamento crítico, competência prevista na Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

"Não podemos instrumentar o estudante para ter uma opinião formada, mas podemos garantir que as fontes que ele procura sejam seguras e que ele faça comentários com responsabilidade." 

Notícia falsa não foi criada pela tecnologia. Sempre existiu, mas não 
tinha tanto poder de multiplicação. Hoje, a relação mudou com as redes sociais. 
(Rossieli Soares, secretário de Estado da Educação de São Paulo) 



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Revista Escribanía com chamada aberta para artigos sobre comunicação

“Educar ya no significa transmitir y memorizar información”