Escolas da Rede Estadual de Sergipe são classificadas na Olimpíada Ambiental


A Educação Ambiental é um direito garantido pela Constituição Federal. Sendo assim, a XII Olimpíada Ambiental, com o tema “Resíduos Sólidos: o primeiro passo para a Sustentabilidade”, divulgou a lista de classificados, nesta terça-feira 11, e quatorze escolas da Rede Estadual foram selecionadas. A Olimpíada é um projeto de educação ambiental idealizado pelo Governo de Sergipe, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade (Sedurbs) e da Superintendência Especial de Recursos Hídricos e Meio Ambiente (Serhma), e tem como parceira a Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc).
As escolas classificadas por categoria foram: Artes – Escola Rotary Clube (Lagarto) e Escola Estadual Nossa Senhora da Piedade (Lagarto); Produção de Texto – Colégio Estadual Cleonice Soares da Fonseca (Boquim), Colégio Estadual Nelson R. de Albuquerque (Gararu), Escola Estadual Dr. Evandro Mendes (Lagarto), Colégio Estadual Djenal Tavares de Queiroz (Moita Bonita), Centro Estadual de Educação Profissional Governador Seixas Dória (N.Sra. Socorro), Colégio Estadual Sílvio Romero (Lagarto), Colégio Estadual Manoel Alcino do Nascimento (Gracho Cardoso), Escola Estadual Prof. Benedito Oliveira e Colégio Estadual Severiano Cardoso (Boquim).
Já na categoria Educomunicação, os classificados foram: Colégio Estadual Nelson Mandela (Aracaju), Colégio Estadual Prof. Nilson Socorro (N. Sra. Socorro), Colégio Estadual Manoel Alcino do Nascimento (Gracho Cardoso), Centro Estadual de Educação Profissional Agonalto Pacheco da Silva (Neópolis) e Colégio Estadual Cleonice Soares Fonseca (Boquim).
Participaram da seleção as técnicas do Núcleo de Educação do Campo (Necam): Raphaella Araújo, Maria das Dores Santana, Maria Aparecida dos Passos e Maria Paula de Melo. Deve-se ressaltar que, durante a seleção, as técnicas não tiveram conhecimento dos nomes das instituições.
Raphaela Araújo, técnica da educação ambiental, contou que a Olimpíada foi importante para mostrar o potencial criativo das crianças e jovens. “Participei da seleção de alguns trabalhos e fiquei muito feliz em ver como as/os educadoras/es têm trabalhado a temática ambiental nas escolas públicas e privadas do estado de Sergipe. Este ano a olimpíada tratou dos resíduos sólidos, evidenciou o termo sustentabilidade e, em sua décima segunda edição, é uma ação que motiva as escolas a uma práxis ambiental, disse.
No encerramento da Olimpíada, que acontecerá no próximo dia 27, serão premiados os 10 melhores trabalhos de cada submodalidade, ou seja, em artes serão pintura, cartaz e maquete; em produção de texto serão literatura de cordel, redação e quadrinhos; em educomunicação será música para alunos e videoaula para professores.
Os alunos que ficarem do 10º ao 4º lugar receberão medalha de participação. Os alunos vencedores em 3º lugar receberão uma medalha de bronze, além do prêmio de R$ 500,00 (quinhentos reais) em caderneta de poupança. Os discentes que ganharem em 2º lugar receberão uma medalha de prata, além do prêmio de R$ 700,00 (setecentos reais) em caderneta de poupança. Já os estudantes vencedores em 1º lugar receberão uma medalha de ouro, além do prêmio de R$ 1.000,00 (mil reais) em caderneta de poupança.
Os professores vencedores em 2º e 3° lugares, conforme a classificação na vídeo-aula, receberão troféus (para o 2º colocado e para o 3º colocado), além do prêmio de R$ 700,00 (setecentos reais) e R$ 500,00 (quinhentos reais), respectivamente, em caderneta de poupança. O professor vencedor em 1º lugar do vídeo-aula receberá troféu, além do prêmio em R$ 1.000,00 e mais um notebook.
Educação Ambiental nas escolas
Trata-se de um projeto que incentiva a Educação Ambiental nas escolas, garantindo a Política Estadual de Educação Ambiental (Lei Nº 6.882 de 08 de abril de 2010) e a Política Nacional de Educação Ambiental – PNEA (Lei 9.795/99), assegurando o direito de todos à educação ambiental, conforme Artigo 3º, que incumbe ao Estado, conforme reza a Constituição Federal (Arts. 205 e 225), as seguintes atribuições: “(…) definir políticas públicas que incorporem a dimensão ambiental, promover a educação ambiental em todos os níveis de ensino e o engajamento da sociedade na conservação, recuperação e melhoria do meio ambiente”.
Fonte: Seduc e Infornet

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Revista Escribanía com chamada aberta para artigos sobre comunicação

“Educar ya no significa transmitir y memorizar información”