Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2020

I Simpósio de Educação e Criatividade - gratuito, on-line e com certificação

Imagem
Práticas inovadoras e criativas na Educação frente aos desafios do Ensino Remoto e as perspectivas da BNCC e as competências para o Século XXI. Este é o tema do I Simpósio de Educação e Criatividade - gratuito, on-line e com certificação, que acontece de 29 a 31 de Agosto, sempre de 14h às 17h.
Programação:

29/07/2020 - Quarta-feira
.
14h00 - Os jogos na educação: compartilhando experiências
Prof. Me. Jean Ruschel
.
15h30 - Como as Neurociências podem ajudar a desenvolver habilidades cognitivas e consolidar competências na Educação Básica
Prof. Dr. Juliano Santos do Carmo
.
30/07/2020 - Quinta-feira
.
14h00 - Curiosidade e Criatividade a partir de J.J. Rousseau
Prof.ª Dra. Letícia Maria Passos Corrêa
.
15h30 - Como ensinar lógica de forma criativa
Prof.ª Dra. Ana Paula Monteiro dos Reis Emmendorfer31/07/2020- Sexta-feira
.
14h00 - Rádio da Imaginação: literatura, letramento e alfabetização
Prof.ª Ma. Eliane de Mello
.
15h30 - A criatividade nas aulas de Língua Portuguesa
Prof. Me. Jeferson da Silva Schneid…

ECA 30 anos: Uma história de participação

Imagem
Por Cristiane ParenteO 13 de julho é uma data histórica no Brasil, que deveria ser mais visibilizada. Foi neste dia, em 1990, que o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) foi promulgado, como resultado de uma mobilização histórica da sociedade e dos movimentos sociais, incluindo aí crianças e adolescentes, que também tiveram um papel importante nesse momento ímpar dos direitos humanos no país.Parece mentira pensar que apenas há 30 anos esse público teve direito a ter direitos, passou a ser visto como sujeito de direitos. Quase inacreditável também pensar que talvez hoje o ECA não conseguisse ser promulgado, tendo em vista que é uma das leis mais avançadas do mundo e levando em consideração a configuração política atual e o déficit civilizatório de parte da nossa sociedade, que ainda vai às ruas pedir a volta da ditadura, afirma que direitos humanos são para bandidos e defende a redução da maioridade penal.Entre avanços e ataques, o ECA sobrevive - ancorado na Constituição Federal …

SIP promove nova edição de palestras gratuitas sobre os principais desafios da mídia

Imagem
Jornal ANJ Online - 08/07/2020Maior uso da Inteligência Artificial nas redações, novas tecnologias que aprimoram e diferenciam o conteúdo móvel e estratégias de audiência durante e após a pandemia de COVID-19. Esses são alguns dos temas do novo ciclo de apresentações da SIPConnect Online a serem realizadas de 29 a 31 de julho.Promovida pela Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP, na sigla em espanhol), a iniciativa inclui na sua rodada de julho apresentações de editores do The Washington Post, do The New York Times, Clarín, La Nación, El Universal e El Debate, além de Google, Amazon e Facebook."Com o sucesso obtido em maio, na primeira parte da conferência, construímos agora outro programa altamente valioso para jornalistas, editores e empresários de mídia e, o que é ainda melhor, manteremos as inscrições sem nenhum custo", destaca o presidente do Instituto de Imprensa da SIP, Ernesto Kraiselburd;Mais de 2300 pessoas participaram do SIPConnec Online durante o mês de maio.…

Douglas Calixto fala sobre a relação da internet com a Educomunicação

Imagem
O entrevistado teve sua pesquisa de mestrado considerada a melhor dissertação de 2017, premiada também em 2018  (Jornal da USP - 06/07/2020)
Ricardo Alexino Ferreira, do programa Diversidade em Ciência, entrevista Douglas de Oliveira Calixto, também conhecido como Dodô Calixto, que fala sobre Educomunicação e o universo da internet.
Em 2017, a sua pesquisa de mestrado Memes na internet: entrelaçamentos entre Educomunicação, cibercultura e a ‘zoeira’ de estudantes nas redes sociais foi considerada a melhor dissertação pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação da ECA-USP.
Sua dissertação também foi premiada, em 2018, como melhor Mestrado, pelo Prêmio Francisco Morel, outorgado pelo Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação (Intercom).
Atualmente, ele é doutorando da ECA-USP com a pesquisa Entre o tempo e os algoritmos: o novo sensorium das práticas de Educomunicação.
Escute o programa acessando o link: https://jornal.usp.br/atualidades/douglas-calixto-fala-sobre-a-relacao-da-intern…

Programa oferece protagonismo midiático e outras competências para jovens

Kassia Nobre- Portal Imprensa| 16/06/2020 
A Unesco Brasil e o Sesi disponibilizam para jovens brasileiros o programa EduLivre, iniciativa com conteúdos gratuitos para desenvolvimento de competências pessoais e profissionais. A ação é voltada especialmente para aqueles que procuram oportunidades de trabalho e estudo.  
Os conteúdos produzidos são de português, matemática, planejamento e organização, comunicação, autoconhecimento e autocuidado, educação financeira, mundo digital, entre outros. 
“Hoje o Edulivre é aberto para todos os jovens, e realmente para pessoas de todas as idades, mas sempre procuramos engajar os jovens com mais dificuldades de conexão e acesso a oportunidades, que possam abrir suas perspectivas, pensar nos seus sonhos e ser protagonistas dessa conquista”, afirma Sérgio Moreira, representante do SESI no projeto. 

O Edulivre também tem espaço para atividades relacionadas com o aprendizado e responsabilidade no uso dos meios de comunicação na atualidade e no mundo digit…

“A educação midiática é um olhar sobre o mundo”, diz jornalista Alexandre Sayad

Imagem
Redação Portal Imprensa| 08/07/2020 07:26

O mais novo programa Idade Mídia da Futura Play aposta em assuntos como consumo e conteúdo de informação, credibilidade, ética digital, e que atingem todos os aspectos da nossa vida: participação política, economia, acesso à cultura. “De alguns anos para cá, as instituições mais ortodoxas, como as escolas, a mídia tradicional, os partidos políticos, estão ‘transbordando’, já não cabem mais nos formatos tradicionais, diz Alexandre Sayad. “Mais que um tema, a educação midiática é um olhar sobre o mundo, uma forma de desenvolver o pensamento crítico, que é o objetivo maior da escola.”
Para o apresentador, o conteúdo transversal a várias disciplinas – da iniciação científica à área de Linguagens, passando por História, Geografia, entre outras - permite uma ampla utilização da série nas escolas, especialmente em ações de formações de professores, estimulando a apropriação de seu conteúdo.
A abordagem tem sinergia com os projetos de Educação da Fundaçã…