Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2020

Aberta a chamada para submissão de resumos para o V Congresso Internacional da Rede Alfamed

Imagem
A edição 2020 do V Congresso da Alfamed será realizada dos dias 14 a 16 de outubro, em Quito, no Equador, e terá como tema “Redes Sociais e Cidadania: em direção a um mundo ciberconectado e empoderado”. A data-limite de chamada para resumos é 15 de março de 2020 e os eixos temáticos a considerar são: (i) Prosumers (instagrammers e youtubers); (ii) Redes sociais e escola; (iii) Ciber-conexão e participação cívica; (iv) Educação para os media e formação de professores; (v) Consumo digital crítico e responsável; (vi) Meios de comunicação alternativos para um novo mundo; (vii) Redes sociais e inteligência artificial.
Para mais informação visite a página do evento: https://alfamedv.wixsite.com/vcongresoalfamed?fbclid=IwAR3iCH3BU0ov_RfMq7oNu5tlX1bQC_9bkJ_SAEn2NpKF-iV12q0ZbREB7Lk

Autoetnografía: una metodología cualitativa

Imagem
Este livro é uma antologia de textos básicos, inicialmente escritos em inglês. O objetivo de publicá-lo é apresentar a autoetnografia ao leitor de língua espanhola. 
A autoetnografia é uma metodologia qualitativa cuja principal característica é partir do indivíduo pesquisado e, a partir dele, entender o contexto espaço-temporal em que a experiência individual é vivida, em suas dimensões cultural, social e política. 
Daí uma frase já conhecida entre aqueles que usam essa perspectiva metodológica, cunhada por seu pioneiro mais conhecido: "O que é autoetnografia?, você pode perguntar. Minha resposta: pesquisa, redação, história e método que conectam o autobiográfico e o pessoal ao cultural, social e político”.
Autoetnografía - Una metodología cualitativa, de Silvia M. Bénard Calva.  Selección de textos / UAA, 2019  Fonte: https://editorial.uaa.mx/catalogo/ccsh_autoetnografia_9786078652891.html?fbclid=IwAR3x5HxT05abF0rTYSJGcgPM7raysnzgm3AuOQOKEarIH0tEdQIFAcjQRwc

David Harvey: Las ciudades en la acumulación del capital y la transformación sociopolítica.

Imagem
David Harvey es un geógrafo británico conocido por ser uno de los principales exponentes contemporáneos del marxismo crítico en la teoría social moderna. En su libro Ciudades rebeldes: del derecho de la ciudad a la revolución urbana (2013) encontramos una potente crítica a los procesos de reconfiguración espacial que toman lugar en las sociedades capitalistas modernas para hacer frente -según el autor- a problemas relacionados con el excedente de capital derivados de la producción y circulación del mismo. 

Lo anterior tiene una directa relación con la tendencia irrefrenable hacia la urbanización, lo que incrementa paulatinamente la densidad de la población (potencial fuerza de trabajo), los intercambios de mercancías y las transacciones de dinero en torno a las ciudades. Y es precisamente en relación a los conflictos derivados de esta dinámica del capital y su impacto en las relaciones sociales donde Harvey concentra su análisis. Para esto expone el derecho a la ciudad como una nueva …

Ramón Salaverría: “A mídia é refratária à mudança, e a universidade ainda mais”

Imagem
O espanhol Ramón Salaverría é uma das maiores referências mundiais nos estudos de ciberjornalismo, convergência midiática e meios digitais. O professor titular e vice-reitor de Pesquisa da Universidade de Navarra (Espanha) têm oito livros publicados e contribuições em mais de 200 publicações científicas sobre a temática.

Também é subdiretor do Centro de Estudos da Internet e Vida Digital da universidade compõe o Conselho Diretivo da SembraMedia. De 2014 a 2015, foi professor convidado na Universidade do Texas (EUA).

Nos últimos anos, Salaverría tem dedicado um esforço particular na investigação sobre os nativos digitais e na criação de uma tipologia de classificação para estas iniciativas que nasceram no ambiente digital.

O pesquisador esteve no Brasil em setembro para apresentar a palestra de abertura do 42º Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação (INTERCOM 2019). Sua fala fez uma breve introdução à complexidade do ecossistema digital e à crise de credibilidade e de estrutura qu…

10ª edição do Simeduc acontece em agosto

Imagem
Universidade Tiradentes (UNIT-SE), através da Diretoria de Pesquisa e Extensão (DPE) e do Grupo de Pesquisa em Comunicação, Educação e Sociedade (GECES/UNIT/CNPq), com o apoio do Programa de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação – PPED/UNIT – (que oferece o Mestrado e Doutorado em Educação, tendo como uma de suas linhas de pesquisa a Educação e Comunicação), sediará o 10º SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO E COMUNICAÇÃO – SIMEDUC, no período de 19 a 21 de agosto de 2020, cuja temática é: Comunicação, Educação e Sociedade.Simpósio de Educação e Comunicação tem em vista reunir pesquisadores, professores, alunos de graduação e pós-graduação do Brasil e outros países, interessados nos estudos e discussões sobre a relação Educação e Comunicação e as consequências no processo de aprendizagem dentro do espaço escolar.
Datas Importantes

Submissão de artigos: até 08 de maio de 2020

Notificação aos autores:  até 15 junho de 2020

Submissão dos textos definitivos para publicação: 3 de julho de 202…

Media and information literacy: non-formal education guide for all platforms

Imagem
Unesco lança guia sobre alfabetização midiática e informacional.
Autores: Owens-Ibie, Nosa, Ademosu, Ifedolapo, Oyeleye, Abiodun
Por enquanto a língua disponível é apenas inglês.
Acesso em: https://unesdoc.unesco.org/ark:/48223/pf0000372417?fbclid=IwAR2IB0RdIUHUf0M20hJcQ2KydOJNE3_fQ4-rghNjsgPl3suDzBleJybosDw


International Council of Education Media (ICEM) acontece em Outubro, em Santarém

Imagem
O International Council for Educational Media (ICEM) é um ponto de encontro para investigadores e pessoas que trabalham no campo da Literacia Mediática. O evento vai decorrer no Instituto Politécnico de Santarém, entre os dias 14 e 17 de Outubro de 2020.
A abertura de inscrições estará disponível brevemente.

Media Monitoring Workshops

Imagem
No próximo dia 6 de março, iniciar-se-á o ciclo de workshops "Media Monitoring Workshops - Género nos Media: Teoria e Prática", organizado por Seção de Comunicação da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, Grupo de Trabalho em Género e Sexualidades da Associação Portuguesa de Ciências da Comunicação e Associação Portuguesa de Estudos sobre as Mulheres. Através dessa iniciativa pretende-se desenvolver o conhecimento e as competências no querespeita a metodologias de monitorização de conteúdos mediáticos, bem como, discutir e aumentar a consciência crítica relativamente ao papel dos media nas (des)igualdades de género. O primeiro workshop decorrerá entre 10h e 18h na Sala Multimédia do Colégio de S. Jerónimo, em Coimbra. As inscrições podem ser feitas através do link: https://docs.google.com/…/1FAIpQLSdBMAuDP_OKTS0mOk…/viewform

62% dos brasileiros não sabem reconhecer uma notícia falsa

Imagem
No entanto, nesse quesito o país ainda está melhor que os vizinhos da America Latina


É possível resumir que há dois tipos de propagadores de fake news na internet: militantes políticos empenhados em atacar a reputação dos adversários de seus candidatos e empresas ou indivíduos que fabricam notícias falsas com o intuito de ganhar dinheiro por meio de anúncios ou de soluções para problemas embusteiros (sobretudo vindos do Google AdSense, ferramente de publicidade do Google). No meio disso há o público deste tipo de conteúdo, vítima da desinformação e que, em muitas das vezes, é incapaz de reconhecer a falácia. É o que mostra uma pesquisa divulgada nesta quinta-feira (13) pela empresa de cibersegurança Kaspersky, que se aprofundou em entender como a America Latina lida com as fake news.


Em média, 70% dos latino-americanos não sabem identificar ou não têm certeza se conseguem diferenciar se uma notícia na internet é falsa ou verdadeira. Por nacionalidade, os cidadãos que menos conseguem rec…

III Fórum de Metodologias Ativas acontece em Maio, em São Paulo

Imagem
No dia 13 de maio de 2020 será realizado, no Centro de Capacitação CPS, das 9h às 18h, o III Fórum de Metodologias Ativas, com a temática “Aprendizado no século XXI – integração escola e setor produtivo”. O evento gratuito é organizado pela Cesu – Unidade do Ensino Superior de Graduação do Centro Paula Souza. 


A passagem de estudantes por empresas e o contato entre os profissionais e a escola propicia a integração entre o saber/conhecer e sua aplicação, consolidando o conceito de competência profissional: capacidade pessoal de mobilizar conhecimentos, habilidades, atitudes e valores necessários para o desempenho eficiente e eficaz de atividades requeridas pela natureza do trabalho. A aprendizagem torna-se mais efetiva, pois há vivência de problemas reais e significativos, provenientes do setor produtivo. 

Por outro lado, o setor produtivo, ao se deparar com pessoal qualificado, criativo, autoconfiante, responsável, resiliente, capaz de trabalhar em grupo, de ser o protagonista de seu pr…

Aplicativo para denunciar conteúdos impróprios veiculados nas mídias será lançado no próximo dia 10

Imagem
O que você acha de ter um aplicativo a partir do qual possa denunciar conteúdos inapropriados veiculados nas emissoras de TV aberta, fechada, serviço de Streaming, cinema, jogos eletrônicos, espetáculos, mídias digitais e publicidades?
No próximo dia 10 de Fevereiro esse aplicativo, chamado "Eu fiscalizo", será lançado pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa, às 9h, no Plenário nº6 da Ala Senador Nilo Coelho, do Senado Federal. 
A ferramenta tem como objetivo promover a adesão de relacionamento, colaboração e participação ativa de cidadãos e cidadãs com a academia, centros de pesquisa e o órgão regulador, no sentido de utilizarem a plataforma como local de manifestações, intercâmbio de informações e debate que atendam às suas necessidades e direitos.