Postagens

Observatório promove formação em literacia midiática

Imagem
O Observatório da Qualidade no Audiovisual promove a partir deste mês os “Seminários de Formação em Literacia Midiática”. O primeiro dos seis encontros mensais será no dia 18, terça-feira, às 14h, com inscrições gratuitas. O objetivo é refletir sobre as diferentes interfaces da competência midiática. De acordo com o observatório o primeiro encontro será um diálogo entre duas professoras e pesquisadoras da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG):  Lucimara de Paula  irá refletir sobre pensamento e a práxis educativa de Paulo Freire no campo da literacia midiática e  Márcia Barbosa  abordará três premissas propostas por Freire: Conhecimento, Autoconhecimento e Boas Práticas." Local: UFJF - Modalidade on-line (Google Meet) Data: 18/01 às 14h Transmissão: Via YouTube/Observatório da Qualidade no Audiovisual Inscrições pelo instagram: @oqaudiovisual  https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSebtnKfvwZNOk9QOhblW0QANKail6EcMjs4bEWI3f0bpE4Lnw/viewform Haverá emissão de certificado pa

Pesquisadora disponibiliza links para artigo sobre desinformação nos três poderes

Imagem
Estão disponíveis na Plataforma Religião e Poder do Instituto de Estudos da Religião (ISER) os resultados de pesquisa de Magali Cunha sobre como a desinformação é enfrentada nos 3 poderes da República. O artigo foi dividido em três, na forma de série. Os links são:  Série Fake News Parte 1 – O fenômeno da desinformação – uma introdução https://religiaoepoder.org.br/artigo/para-alem-de-uma-estrategia-eleitoral-as-fake-news-na-pauta-dos-poderes-da-republica/  Parte 2 - “Ações do Poder Legislativo frente o fenômeno das fake news” https://religiaoepoder.org.br/artigo/serie-fake-news-parte-2-acoes-do-poder-legislativo-frente-o-fenomeno-das-fake-news/ Parte 3  “Ações dos Poderes Judiciário e Executivo frente o fenômeno das Fake News” https://religiaoepoder.org.br/artigo/serie-fake-news-parte-3-acoes-dos-poderes-judiciario-e-executivo-frente-o-fenomeno-das-fake-news/

‘It’s misinformation at worst.’ Weak health studies can do more harm than good, scientists say

Imagem
"In November 2020, researchers in Denmark published inconclusive results of a randomized trial to probe whether mask requirements protect against COVID-19. Although nearly 5000 people took part in the DANMASK study, it was too small, and its time frame too short, to answer the question. News reports, however, described the study results as questioning the efficacy of masks, and a June analysis noted that it fed into antimasking misinformation campaigns. Now, another group argues such small, weak trials of public health measures can do more harm than good. Writing in Trials last month, the group argues such studies waste funding and time, and can give a dangerous appearance of certainty. Much research “does not lead anywhere that is useful,” says co-author Noah Haber, an independent study design specialist. “It’s noise at best, and it’s misinformation at worst, because it looks like information.” Other researchers, however, think any evidence is better than none. Henning Bundgaard,

Balanço de 10 anos da ABPEducom

Imagem
Veja no canal do Youtube da ABPEducom (Associação Brasileira de Pesquisadores e Profissionais em Educomunicação) o balanço de 2021e dos 10 anos da entidade e as perspectivas para 2022. A live aconteceu no dia 14 de dezembro, acessível em Língua Brasileira de Sinais (Libras), com as presenças de Ismar de Oliveira Soares (ECA/USP), presidente da ABPEducom e Jurema Brasil Xavier (NCE/USP), gestora administrativa da associação. A mediação foi de Paola Prandini, da AfroeducAÇÃO, diretora cultural da ABPEducom e Mauricio Virgulino, vice-presidente da ABPEducom. A live teve apoio do NCE/USP e do Lela/Cead/Udesc: youtube.com/abpeducom

Liberdade de expressão e democracia é tema de publicação

Imagem
O Democracia e Direitos Fundamentais lançou sua 9⁰ edição de artigos. "Liberdade de expressão e democracia" vem na esteira das duas edições anteriores. Agora, uma edição exclusiva, com diferentes abordagens. Acesse em:  www.direitosfundamentais.org.br ________________________________________________________________________________ "A Publicação Multimídia Democracia e Direitos Fundamentais é um projeto de cooperação intelectual, instituído por um conjunto de profissionais e ativistas atentos à defesa dos direitos fundamentais, à efetividade dos direitos sociais e a promoção dos princípios da Constituição Federal do Brasil, inseridos doutrinariamente, portanto, no espectro das ideias democráticas e da defesa do Estado democrático de direito.   Seu sentido é articular diferentes esforços no campo da ação profissional e produção intelectual, no intuito da defesa e da efetivação dos referidos direitos. Seu sentido ético-ideológico é o desenvolvimento de instrumentos, argumen

Evento online vai discutir papel dos observatórios de mídia contra a desinformação

Imagem
A Rede Nacional de Combate à Desinformação - RNCD promove no dia 17/11, às 19h, um debate com os coordenadores de quatro observatórios de mídia brasileiros, com transmissão pelo youtube da rede. No evento, os representantes dos observatórios, que fazem parte da RNCD e possuem diferentes perfis, vão falar sobre seu trabalho, seus métodos e experiências mais significativas. Os observatórios  permitem a crítica da ação da mídia em diferentes âmbitos, como na comunicação pública, nas redes sociais e no jornalismo. Em cenário de ampla desinformação, o trabalho dos observatórios ganha ainda maior relevância para compreensão dos modos de funcionamento dos sistemas midiáticos e são importantes para subsidiar o desenvolvimento de políticas que garantam a pluralidade democrática. O evento será transmitido pelo canal do youtube da RNCD: https://www.youtube.com/c/RNCDBRASIL Fonte: RNCD 

Você sabe o que é Doxxing e como se proteger de um ataque?

Imagem
Embora o “doxxing” exista desde a década de 1990, nos últimos anos os ataques tornaram-se cada vez mais comuns, com celebridades e/ou anônimos sendo vítimas. “Doxxing” é quando alguém encontra informações pessoais de outra pessoa, como nome completo, fotos, endereço, telefone... e as publica online, para que o mundo as veja. É por isso que é chamado de "doxxing" - referindo-se a "documentos", abreviado para "doc" e, depois, alterado para "dox". As informações pessoais da vítima podem levar a ataques no mundo online e também físico.  E as formas mais comuns de se conseguir as informações pessoais são através da compra de dados das empresas, endereços de IPs e registros que você deixa ao criar websites, por exemplo.   Quer saber mais sobre o tema e como se proteger? L eia o artigo completo de  Colette Bernard  em:  https://pixelprivacy.com/vpn/what-is-doxxing/